Pesquisar:

 

Categorias:

Gadgets

Ciência

Cinema

Televisão

Hardware

Software

Jogos

Humor

Blog

Arquivos:

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

RSS:

Contacto:

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

iPill - A pílula inteligente da Philips

  iPill - A pílula inteligente da Philips

 

 

Ricardo Afonso às 16:00

| Comentar
Domingo, 9 de Novembro de 2008

Pernas roboticas auxiliares (Vídeo)

  Pernas roboticas auxiliares (Vídeo)

 

 

Ricardo Afonso às 12:00

| Comentar
Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

Alemão resiste a transplante de braços

  Alemão resiste a transplante de braços
Ricardo Afonso às 20:00

| Comentar
Terça-feira, 7 de Outubro de 2008

Ruído mata 50 mil pessoas por ano na UE

  Ruído mata 50 mil pessoas por ano na UE

Ricardo Afonso às 20:00

| Comentar
Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Ciência ressuscita palmeira a partir de sementes com 2 mil anos

  Ciência ressuscita palmeira a partir de sementes com 2 mil anos
     
 

"As sementes foram encontradas há 40 anos na grande fortaleza construída pelo rei Herodes sobre o monte de Massada, próximo do Mar Morto, para defender das investidas dos judeus e romanos. A partir dos exemplares recuperados, de há 2 mil anos, os cientistas conseguiram germinar as sementes que deram lugar à palmeira (nome científico, Phoenix dactylifera).

A experiência começou a ser idealizada a partir de 2005 por uma equipa de cientistas da Hadassah Medical Organization, em Jerusalém, revela a revista Science.

 

 

Sarah Sallon, uma das responsáveis pela equipa, confirmou à publicação o sucesso da experiência e referiu que tal só foi possível devido às condições climatéricas dasquela região. O forte calor e a falta de humidade contribuíram para a conservação das sementes.

A investigadora ressalva que a palmeira começou a nascer há três anos e actualmente tem cerca de um metro e meio. Foi apelidada "Matusalém", como homenagem ao mais velho personagem referido na Bíblia."

 


Fonte: Ciberia

 

 

Ricardo Afonso às 21:14

| Comentar | Ver comentários (1)

Cuba anuncia vacina para cancro do pulmão

  Cuba anuncia vacina para cancro do pulmão
 
  "Especialistas cubanos garantem que a vacina terapêutica aumenta a esperança de vida em doentes terminais.A Sociedade Portuguesa de Pneumologia reage com cautela ao anúncio.

Na terça-feira, o Centro de Imunologia Molecular de Cuba anunciou ter conseguido aumentar entre 30 a 40% o tempo de vida de doentes com cancro do pulmão, ministrando uma vacina terapêutica.

As primeiras experiências para criação da vacina CIMAVAX EGF começaram em 1992; o primeiro ensaio clínico ocorreu três anos depois.
 
 
 

Actualmente, o produto está a ser ministrado e testado em 579 pacientes internados em 18 hospitais cubanos.

A líder do projecto, Gisela González, explicou que a vacina é composta "por duas proteínas básicas no Factor de Crescimento Epidérmico (EFG), que provoca uma resposta imune".

"É segura, não tem efeitos adversos", explicou. Perante os resultados, a responsável mostra-se confiante na comercialização do produto. Existem "condições de produção para colocar este tratamento à disposição tanto de Cuba como do resto do mundo”, sustenta.

Refira-se que, desde 2004, o produto tem autorização do Gabinete de Controlo de Activos Estrangeiros do Departamento do Tesouro Norte-Americano para ser estado e comercializado.

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) reagiu com cautela ao anúncio.

À Lusa, o vice-presidente da SPP, Renato Sotto Mayor, lembra que para um "produto ser aprovado tem de passar por muitos estudos e ensaios". O especialista adverte que o estudo cubano ainda não está publicado em nenhum jornal científico credenciado."

 

Fonte: Ciberia

 

 

 

Ricardo Afonso às 20:30

| Comentar | Ver comentários (1)
Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

Cientistas desmistificam crenças médicas

  Cientistas desmistificam crenças médicas
     
  “Mitos tidos como verdadeiros - mesmo dentro da própria comunidade médica - como os de que ler com pouca luz prejudica permanentemente a visão e beber oito copos de água por dia faz bem à saúde, são desmistificados num novo estudo.

Investigadores norte-americanos constataram que não existem provas científicas que confirmem a veracidade de vários mitos médicos, defendidos tanto pela classe médica como pelo público geral.

De acordo com os cientistas, não é necessário beber oito copos de água por dia, já que o consumo adequado de líquidos é normalmente satisfeito através da ingestão de sumo, leite e até bebidas com cafeína, como o chá e o café. As provas científicas apontam ainda para os perigos do consumo excessivo de água.

Outra teoria amplamente aceite, a de que o ser humano apenas utiliza 10% do cérebro, é igualmente desmentida por estudos realizados em pacientes com lesões cerebrais, que mostram que a existência de lesões em quase qualquer área do cérebro resulta em efeitos específicos e duradouros nas capacidades mentais, vegetativas e comportamentais de uma pessoa.

O mito das unhas e cabelos que crescem após a morte poderá ser, segundo os cientistas, uma interpretação errada da retracção da pele que ocorre após alguém falecer.

Em relação à crença de que rapar o cabelo o faz crescer mais depressa, mais escuro e mais forte, também não é verdadeira. O que realmente acontece é que o cabelo nasce eriçado e com o tempo a ponta desgasta-se e parece mais grossa, resultando numa ilusão de óptica.

Os cientistas terminam afirmando que ler com pouca luz não causa lesões permanentes nos olhos, que existem poucas provas que suportem a proibição dos telemóveis nos hospitais devido a interferências electromagnéticas, e que comer peru não provoca sonolência.

O estudo foi publicado no British Medical Journal.”
Fonte: Ciberia
 
Ricardo Afonso às 20:50

| Comentar
Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Microonda supersónica para acabar com cancro

  Microonda supersónica para acabar com cancro
 

"Cientistas americanos e peritos militares criaram uma tecnologia para destruir células cancerígenas, deixando as saudáveis intactas.

O estudo foi publicado na Applied Physics Letters e mostra como este grupo de cientistas testou a solução em tecido animal com 99% de sucesso.

Recorrendo à nanotecnologia, são misturados dois químicos que entram em combustão, criando uma onda microscópica e supersónica, que percorre entre 1500 a 2300 metros por segundo, o equivalente a Mach3.

A onda de choque afecta as células cancerígenas, deixando-as susceptíveis aos fármacos utilizados para combater o cancro.

Se tudo correr bem, os especialistas querem aplicar a tecnologia na população em cinco anos."

Fonte: Exame Informática

 
Ricardo Afonso às 17:57

| Comentar
Terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Cientistas mais perto de criar vida sintética

  Cientistas mais perto de criar vida sintética
     


Investigadores do Instituto Venter, em Rockville, conseguiram pela primeira vez sintetizar em laboratório o genoma de uma bactéria.

Anunciado pelo fundador do instituto, Craig Venter, um cientista e empresário norte-americano que teve um papel fundamental no mapeamento do genoma humano. No entanto, apesar de terem conseguido copiar o genoma de um organismo existente, os cientistas não conseguiram criar uma forma de vida nova. Isto é, estão na posse do código de uma bactéria, mas ainda não descobriram uma forma de o transformar num ser vivo.

Quando tal foi acontecer, será possível criar organismos que realizem tarefas que os organismos existentes actualmente não conseguem, como plantas que recolhem grandes quantidades de carbono da atmosfera e ajudam a diminuir o aquecimento global ou bactérias que consomem açúcar e produzem medicamentos. Apesar de vários membros da comunidade científica defenderem que a sintetização de formas de vida está muito longe de se tornar uma realidade, Venter acredita que as várias barreiras que o impedem podem ser ultrapassadas.

David Magnus, director do Centro Universitário de Stanford, defende que, quando este tipo de tecnologia for comum, será possível criar tanto organismos benéficos como prejudiciais. Talvez por essa razão, a equipa de Venter modificou geneticamente a bactéria para esta não ser infecciosa.

 
     
       
Ricardo Afonso às 17:08

| Comentar

_____________________________________
Posts Anteriores

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008